Por que seus carrinhos ficam abandonados e sem conversão de vendas?

É possível reduzir a taxa de abandono do carrinho com estratégias que beneficiam a conversão de vendas; confira

É o pesadelo de todo e-commerce: o cliente pesquisa o produto desejado, acessa o e-commerce, coloca o item no carrinho e… o abandona, sem finalizar a compra. Os dados são preocupantes para o setor: de acordo com o Moosend, a taxa média mundial de abandono de carrinho é de 69%, enquanto na América Latina é de 75,3%. Já no Brasil, de acordo com o E-Commerce Radar, é de 82%. E as variações entre os segmentos também é grande: no de turismo, por exemplo, chega a 82,2%, – e  no de moda, essa taxa chega a 67,6%.

Frustrante para consumidores e para empreendedores, o abandono de carrinhos prejudica toda a experiência do cliente, bem como a jornada de venda e de conversão dos e-commerces. E muita gente deve estar se perguntando: por que seus carrinhos ficam abandonados e sem conversão de vendas? Esse problema pode ter diversos fatores, assim como há muitas estratégias para tentar resolvê-lo, ainda que parcialmente. Selecionamos algumas alternativas que você confere abaixo.

Carrinho abandonado: entenda porque seu cliente não completou o pedido

Problema em transação

A pesquisa Retail Reimagined da plataforma de pagamentos Adyen analisou os hábitos de consumo da geração Z (aqueles com idade entre 18 e 23 anos) e da geração Y (de 24 e 38 anos) no varejo em 12 países, como os Estados Unidos, Alemanha, China e Brasil. E o imediatismo da geração Z já chegou ao e-commerce, segundo o levantamento: 71% já abandonou o carrinho por dificuldades técnicas para concluir a transação. Além disso, 60% já desistiu de comprar online ao não encontrar o seu método de pagamento preferido, como carteiras digitais ou compras em um clique.

Por isso, é importante que os lojistas facilitem o cadastro, deixando o check out fluído e fácil. Ainda, com o aumento do número de acessos por dispositivos móveis crescendo a cada dia, é essencial investir em User Experience (experiência do usuário), também conhecido pela sigla UX. Com ele, é possível priorizar a usabilidade do usuário. Outra opção que pode resolver o problema do cadastro demorado é oferecer login por meio de redes sociais, como o Facebook, Twitter  e LinkedIn.

Demora no atendimento

Há um consenso entre os consumidores de que a conveniência e a praticidade devem andar juntas na experiência de compras. Afinal, 7 entre 10 já desistiram de comprar produtos nos e-commerces por conta da espera em filas. Ainda, uma característica da geração Z é que ela está mais propensa a não só abandonar a compra (35%), mas a desistir completamente de adquirir aquele item específico, independentemente do canal.

Aqui, mais uma vez a resposta está na usabilidade do consumidor. É preciso que ele seja atendido rapidamente, e para isso, o e-commerce deve ser responsivo, com agilidade, praticidade e UX em todos os canais, seja pelo tablet, smartphone ou notebook.

Poucas opções ou insegurança quanto ao tamanhos de roupas

Esse motivo é um clássico da internet: todo viciado em compras online já passou pela péssima experiência de ser surpreendido negativamente ao receber em casa uma peça de roupa do tamanho errado. Cerca de 37% do abandono dos carrinhos de compra é atribuído a dúvidas de qual tamanho comprar. Afinal, com tamanha diversidade de biotipos de corpos, principalmente no Brasil, como o consumidor pode ter mais assertividade no e-commerce? 

A resposta está no Fit Size, uma plataforma que, conectada ao site do e-commerce, identifica o tamanho ideal para cada tipo de corpo, usando um avatar personalizado para cada cliente, por meio das medidas do usuário. Essa tecnologia já está disponível no Brasil e pode ser adequada ao seu e-commerce com praticidade e segurança, reduzindo o abandono de carrinhos e aumentando a conversão de vendas. 

A boa notícia é que nós da Persizes somos especialistas nisso e podemos ajudar o seu e-commerce! Fale com a gente e alavanque o faturamento do seu negócio.